quarta-feira, 24 de agosto de 2016

"Do Cachimbo, Tabacos & Afins" no Google+ e Facebook

Amigos,

Embora o blog esteja bastante desatualizado, no que se refere a postagens recentes, aproveito para divulgar aqui meus perfis nas redes sociais, especialmente no Google+, onde consegui organizar melhor os cachimbos disponíveis, e também no Facebook.


É algo que vinha adiando a um bom tempo, por algumas cismas com o serviço, mas tenho que admitir que não há como ignorar a eficiência dele como canal de divulgação nestes tempos cada vez mais conectados.

De resto, informo ainda que postarei cachimbos e acessórios que dispuser para venda diretamente no perfil.

terça-feira, 10 de março de 2015

terça-feira, 19 de agosto de 2014

A oito mãos

Um cachimbo feito a oito mãos: Eder Mathias, Cornelius Maenz, Karin e Mimmo Romeo.

Visualmente, o estilo puxa para os trabalhos do Eder, e o resultado final, é irretocável.







segunda-feira, 8 de julho de 2013

Lindo Cachimbo Feio


Vez ou outra me pego nessa contraditória afirmação, elogiando um cachimbo feio, mas lindo.

Aposto que muitos já caíram nesse tipo de contradição. É quando a unanimidade passa longe. É como nas artes (até porque o cachimbo também é uma arte), nas obras que desafiam nosso senso crítico.

Com esse tipo de reflexão, lhes apresento um cachimbo que, na minha opinião, é um lindo cachimbo feio:




E faltou dizer, caro! E nisso, chegamos a uma unanimidade, afinal.

Quanto? 6.000,00 dólares e é seu. Onde? Aqui.

sábado, 8 de junho de 2013

The Warden's Calabashian Smokebox

The Warden's Calabashian Smokebox ... Sim, isso é um cachimbo.

Já a algum tempo queria postar este cachimbo, porém, havia perdido o link do projeto. Foi desenvolvido por Chris Morgan, um jovem artesão americano que trouxe idéias muito interessantes ao mundo do cachimbo, além de aperfeiçoar outros já existentes.

Esse projeto em particular não é uma unanimidade, tenho que admitir que é esquisito, mas ao mesmo tempo,  belo pela complexidade envolvida. Tem uma forte influência da temática Steampunk, aplicada a um cachimbo de mesa, como este.






Gostou? Leia mais sobre o projeto, incluindo fotos de cada etapa, na página do próprio Chris.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Cachimbo do dia: 04/06/2013

Faltam palavras para descrever a beleza deste cachimbo, "nascido" das mãos do artesão Axel Reichert.

O enxerto na piteira é em "palm wood", um tipo de palmeira que possui a fibra simétrica e padrão bicolor.




quinta-feira, 23 de maio de 2013

Cachimbos de museu

O Confrade João Manoel frequentemente me presenteia com imagens de cachimbos dignos de museu, e por se tratar de exemplos dignos de ser conhecidos por todos que gostam de apreciar tal beleza, nada mais justo que compartilhar aqui no blog também.

Acho até que vou passar a usar o termo cachimbo de museu para os mais exuberantes, e claro, caros.

Artesão: Boris Starkov
Artesão: Sergey Ailarov

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Vídeo promocional da Savinelli

Vídeo muito interessante divulgado pela Savinelli essa semana no Facebook.

 Mostra as etapas de produção a partir do armazenamento dos blocos de briar para o descanso e secagem, ficando nessa etapa por um período que varia de 2 a 5 anos.

.
 

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Strawberry Wood


Como cachimbeiro, ainda me falta adquirir alguns cachimbos específicos, seja de uma determinada marca, seja de um determinado material. Desses últimos, um cachimbo em Strawberry Wood é um dos que mais me chamam a atenção recentemente.

Apesar de alguma semelhança com a madeira do Briar, ela tem características particulares, sendo a mais notável não se prestar a todo tipo de acabamento, geralmente se restringindo ao estilo rusticado em jato de areia (sandblast), pois no acabamento polido, não se mostra tão vistosa quanto o briar.

Abaixo seguem alguns exemplos do artesão Paolo Becker nessa madeira, comprovando que realmente os cachimbos em Sandblast ficam belíssimos:




segunda-feira, 22 de abril de 2013

Fabricação de um Dunhill

Segue abaixo um interessante vídeo, que mostra resumidamente como é fabricado um cachimbo Dunhill.

 Infelizmente e apesar do seu alto preço, vemos que um Dunhill não tem todo aquele trabalho de um artesão,  o processo todo é praticamente a base de máquina e só.

Sei que  não dá para esperar algo artesanal de uma marca com grande volume de produção, mas pelo que se paga em um Dunhill, esperava que nascesse de um parto mais... natural.